quarta-feira, 27 de julho de 2011

As Noivas RS no Petit Comité Noiva.com


Petit Comité Noiva.com

Ontem ocorreu em Porto Alegre mais um encontro de noivas promovido pelo Noiva.com, blog sobre casamentos do ClicRBS e site de referência da maioria das noivinhas gaúchas. A princípio eu não havia sido sorteada para o evento, mas acabei indo como acompanhante da querida Stephanie do Noivas RS.

Aliás, as Noivas RS invadiram a Casa Bonita ontem, nosso pequeno grupo pode admirar as mesas decoradas por diferentes empresas, deixo aqui as fotos das minhas preferidas. Enquanto as convidadas torciam para ter o seu nome lido na hora do sorteio dos brindes, as acompanhantes aproveitaram para degustar os diversos doces e comentar sobre as suas embalagens.

O local escolhido é uma loja de decoração, bazar e móveis, e posso dizer que faz jus ao nome. Eu não conhecia a Casa Bonita, e fiquei encantada com diversos itens de decoração.

O encontro também te permite realizar uma degustação do serviço oferecido pelos fornecedores. Conhecemos pessoas que não só decoram como montam toda a identidade visual do casamento, assim como experimentamos diversos doces da La Poêle (responsável pela belíssima mesa de doces) e os bem casados da Neiva Buratto.

Também conheci a Gabrieli Chanas, ou Gabi como as meninas costumam chamar. Gostei muito dela, pois mesmo com o assédio de todas as noivas, ela continua super simpática e tira fotos com todas. E como diz a Indianara (outra querida do Noivas RS), não dá para ir ao evento sem tirar uma foto com a Gabi para colocar no blog.

Não me achei nada fotogênica, pois a mistura do bom papo com as taças de champagne me deixou muito sorridente (apertando os meus olhos), Mas valeu o registro dessa noite muito divertida e cercada de coisas bonitas.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A Roupa das Madrinhas

Uma coisa que andei lendo nos últimos dias e me encantou muito foi um hábito comum nos Estados Unidos que está virando moda no Brasil: as madrinhas utilizarem a mesma cor de vestido.

A diferença aqui é que o modelo fica livre para cada uma usar o que melhor lhe cai bem, mas por serem mais de duas, não fica aquela coisa com cara de par de vasos e sim cria uma identidade para as madrinhas na festa, dando um brilho para essas mulheres que são muito especiais.


Outra coisa é o aspecto que essa escolha dá ao altar, na cerimônia religiosa fica lindo, e as fotos que vi de casamentos reais, comprovam a beleza já anunciada em vários sites que discutem essa nova tendência. Mesmo nos que possuem uma tonalidade diferente, o charme das madrinhas é indiscutível.

Uma vantagem é que também não fica aquela disputa de cor (pois quando é diferente, uma não pode repetir a cor escolhida pela outra) e evita o efeito arco-íris no altar.

As minhas madrinhas ainda não escolheram suas cores, afinal, as mães tem prioridade, mas acho que essa é uma ideia a se pensar.


Sites visitados de onde retirei as imagens:

http://www.casamentoclick.com.br

http://vestidadenoiva.com/

http://wp.clicrbs.com.br/noiva

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Degustando em casa

Na última quinta a mãe recebeu uma caixinha com oito doces para degustação de mais um candidato a participar na nossa mesa de doces. A vantagem desse método é que você não precisa se deslocar para nenhum outro lugar, chega no horário de sempre em casa e ainda pode comer os doces calmamente enquanto assiste o jornal.

A desvantagem é que a pessoa não está te acompanhando, então não observa as tuas reações, não nota as tuas preferências, e como não pode surgir outro doce com um toque de mágica, teu julgamento fica restrito há uma pequena amostra.

Das oito amostras recebidas, eu experimentei cinco e a mãe três. Dos meus cinco só gostei realmente de um, os que a mãe experimentou são aqueles que eu naturalmente não como.

Com isso a minha decisão já está tomada. Em breve vocês irão conhecer as delícias que irão compor o meu objeto de desejo em novembro.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Um Encontro Especial

Ontem tive a felicidade de ser uma das participantes do primeiro encontro do Noivas RS. O Noivas RS tem um blog, mas o blá blá blá todo ocorre no grupo de e-mails, onde a mulherada solta o verbo sobre diversos assuntos, mas principalmente sobre casamentos.

No encontro havia diversos parceiros e várias das meninas com quem converso diariamente. Como eram muitas, e assumo que sou melhor escrevendo do que falando, não consegui conhecer todas, mas foi muito legal ver alguns nomes tomando forma. Ver o rosto por trás do computador.

O legal para quem convive comigo é que com o grupo, eu torro menos a paciência alheia. Sim, por que mesmo continuando a ler livros e jornais, olhar filmes e observar o mundo ao meu redor, o meu foco anda nos dois C’s: casa e casamento.

Para quem é noiva, super indico, as meninas são uns amores, e o slogan do Noivas RS é absolutamente verdadeiro, ele é muito mais que um grupo.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Música para a Igreja

A São Manoel não disponibiliza som para o uso de CD’s durante a cerimônia religiosa, e eles mesmos preferem música ao vivo e não mecânica. Por isso, no último sábado, seguindo a indicação das meninas do Noivas RS fui conversar com a Juliana do Sons do Coração.

Eles são de Canoas e ficam bem pertinho lá de casa, conversa vai e conversa vem, descobrimos que fizemos o segundo grau juntas no colégio Cristo Redentor. É claro que a minha falta de memória não me fez recordar da Juliana daquela época, mas identificamos por nomes de colegas comuns que sim, estivemos na mesma turma.

Conversamos bastante e gostamos muito das sugestões e dicas da Juliana, e de como poderíamos fazer. Assistimos a um vídeo do Wagner e percebi na hora que ele poderia realizar a vontade da minha mãe de ouvir Ave Maria cantada. O que eu não contava era uma dúvida que surgiu nos noventa minutos do segundo tempo: a São Manoel sugere uma organista, só não sei se ela é obrigatória como a decoração, ou é apenas uma sugestão. Por isso aguardamos o desenrolar dessa história.

* Imagem copiada do site http://cdnovo.com.br/

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Decoração – A Escolhida

Quando contratei a Cristina, não sabia que ela também fazia a decoração. Então durante a seleção dos orçamentos, ela nos apresentou as suas ideias. Como ela tem nos acompanhado nestes últimos meses, e conhece a mãe há mais tempo, foi natural que as sugestões acabassem ficando bem mais próximas do nosso gosto, e por isso escolher ela para ser responsável pela decoração acabou sendo irresistível.

O bom nesta escolha é que nos sentimos mais descansados em relação a este item, já que conhecemos a Cristina e sabemos como ela é cuidadosa com os detalhes. Além da segurança de que ela estará lá desde cedo, organizando tudo para que todos os detalhes fiquem exatamente como imaginamos.

Tenho conhecimento de que a decoração não é prioridade de algumas noivas. Mas sei também que uma bonita decoração impressiona só na chegada, mas uma ruim fica na memória. E por último, mesmo que ela não seja o centro das atenções, ela será o cenário de todos os registros do evento, o que a torna eterna.

Com isso, posso dizer que a decoração foi escolhida com carinho, tendo como requisitos a simplicidade, a delicadeza e o aconchego. Espero que vocês se encantem com a nossa escolha.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Relembrando a busca

Em um sábado de maio, quando ainda era uma sem vestido, fizemos um registro antes de entrar na loja (pois não é permitido fotografar antes de fechar contrato). Então ai estamos nós:

Eu e a dinda Karen


Eu e as dindas Karen e Lú, com o Vicente se escondendo nas pernas da mamãe.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Entrevistando as lojas

Julho chegou e um novo item entrou na pauta: Lista de presentes. Inicialmente esperávamos estar com o apartamento montado, e a tendência era adotar o sistema de cotas de viagem, mas a construtora atrasou feio o nosso apartamento e muita coisa ficou pendente. Com isso optamos em fazer da forma tradicional, em lojas de produtos.

Como existem vários fatores como entrega, frete, troca, comunicação e atendimento, acabei fazendo um questionário com 20 perguntas e aproveitei o tempo que tínhamos sábado antes do Clube de Leitura para visitar as lojas. Após uma introdução rápida do funcionamento da lista em cada loja eu sacava minhas duas folhas A4 e a caneta da bolsa e começava a tirar as minhas dúvidas. Os olhos arregalados se tornaram um padrão, não sei se as noivas não perguntam tantas coisas ou se ninguém anota.

Sem querer querendo, o questionário serviu para fazer uma avaliação prévia do atendimento da loja. Pois se os noivos não forem bem atendidos, imaginem os convidados?

Outro fator que contou bastante é a questão do site. Hoje não podemos nos limitar a lojas físicas, eu mesmo, em um casamento recente, optei por realizar a compra via internet, devido à facilidade para pesquisa e conforto de não enfrentar filas.

Sendo assim, já temos as lojas escolhidas. Em agosto vamos lá fazer a seleção dos produtos, aventura que com certeza vai gerar mais algumas histórias nesse blog.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Decoração – Agora mais realista

Final de maio, plena Sexta-feira, e lá estava a Dona Zulmira para a segunda conversa sobre decoração no Épico. Desta vez com a Tais, que é a decoradora indicada pela São Manoel e que também faz a decorações de festas.

O legal é que a Tais faz o orçamento na hora, sendo possível fazer todos os ajustes necessários. O preço já foi bem mais realista, e ouso dizer que deve ter ficado metade do preço da primeira, só que de acordo com que estavamos imaginando.

Mas ainda havia um terceiro orçamento. De qualquer maneira, a Tais será a minha decoradora na Igreja, já que a São Manoel indica somente ela como fornecedora. Só que para essa definição, dependo que apareça outra noiva na mesma data (por enquanto o dia 19 é só meu).

Quem quiser conhecer mais do trabalho da Tais, pode acessar o perfil dela no Orkut:

http://www.orkut.com.br/Main#AlbumList?uid=6680801595456655199

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Eu amo o Google


Eu conheço a Elenir desde os meus sete anos de idade, e no decorrer dos anos, fomos nos encontrando pelas estradas, devido às mudanças de endereço. Mas é uma relação tão forte que nem o tempo nem à distância diminuem esse carinho.

Só que nos preparativos do casamento, houve um problema, pelo e-mail que eu tinha, não conseguia contato. E o número de celular, mensagem de temporariamente fora de área. O tempo foi passando e uma agonia foi tomando conta de mim. Até que ontem eu resolvi fazer uma busca pelo nome completo no Google (eu sei, para uma moça da TI fui bem lerdinha neste aspecto), mas o importante é que eu consegui achar uma forma de contato e hoje de manhã mandei uma intimação formal para ela.

Minhas preces agora são para que eu não tenha feito o contato tarde demais e que ela esteja com a gente neste grande dia. Mas por enquanto, graças ao Google, está sexta está sendo ainda mais especial.

Decoração – O Susto

Trabalho + noiva <> visita a fornecedores em horário comercial

Barbie esporte + impaciência <> horas avaliando tipo de flor

Por causa dessas fórmulas, quem foi conversar com o primeiro fornecedor do quesito decoração foi a minha mãe, que pelo conhecimento/paciência/bom gosto ficou responsável por acertar todos os detalhes. Para facilitar o processo, marcaram no próprio Épico numa quinta pela manhã.

A primeira impressão foi positiva, foram mostradas bonitas fotos, tendo assim comprovação de um bom trabalho. A mãe repassou tudo o que não queríamos e o que estávamos imaginando, ficando assim no aguardo pelo orçamento.

Quando ele chegou, tomamos um tremendo susto. Além do valor astronômico para o Épico (que sinceramente, não precisa de muita coisa para ficar bonito), o mais chocante foi que todos os itens identificados como não desejáveis foram incluídos no orçamento. Tanto que em um primeiro momento fiquei na dúvida se ele era realmente pra mim. Agora, o mais surpreendente foi a inclusão de cortinas para as janelas do Épico, o item chave para a escolha do local.

Com isso, a empresa foi descartada de cara, e foi partindo do zero que a mãe foi para a conversa com outra decoradora. Mas isso fica para o outro post.

terça-feira, 5 de julho de 2011

No Paraíso


Ontem fizemos a nossa primeira degustação de doces com a querida Aline da Belas Trufas. Gente! Os doces são lindos e o gosto maravilhoso, tudo com chocolate Nestle. Todos os experimentados são deliciosos, mas os de champagne, de melão e de frutas vermelhas são divinos. O de champagne é para comer de joelhos. O noivo no final ainda declarou que nunca havia comido doces tão gostosos.

E o atendimento da Aline é ótimo, só pelo teu olhar ela já vai te dando sugestões, sempre cuidando para não ser nada com algum item que você não gosta (no meu caso uva passa, ameixa seca, damasco, pistache, laranja e banana). Além de nos atender fora do horário comercial (sim, a nossa janta foi doce), o que facilita e muito pra nós.

Para quem quiser ver algumas das delícias que provamos ontem, segue o site: http://www.belastrufas.com.br/

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Decoração – A Preparação

Para decidir como seria a decoração da festa e da igreja, apelei para o melhor amigo da noiva: o Google. Procurei fotos do Épico para ver as possibilidades, mas fui além, bisbilhotando o álbum de dezenas de noivas.

Como não podia deixar de ser, criei a minha pasta de Casamento Ideias, e dê-lhe print de arranjos, mesas, toalhas, guardanapos... Mas não parava nisso, pois como eu assumidamente não entendo muito dessa parte, mandava tudo para a minha mãe, que já havia feito à decoração da minha formatura (no qual ganhou nota 10).

Mas ao contrário do que possa parecer, desta vez ela não irá colocar a mão na massa, já que na experiência anterior ela ficou extremamente cansada, além de correr de um lado para o outro o tempo todo, o que fez com que não tirássemos uma única foto juntas durante a festa.

Como a quero bela e faceira (e em fotos comigo), ela será uma das juradas dos orçamentos que iremos fazer. Então o trabalho foi compilar os prints e conversar com os fornecedores para chegarem a propostas semelhantes ao que desejamos. Como foi cada conversa? Em breve nos post futuros.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

O Eleito




Eu nunca havia sonhado com um vestido de noiva. A única vez que me empolguei com um foi quando vi o clip do Gun’s “November Rain”, inclusive havia dito para a Karen e para a Vivi que eu iria procurar um igual, mas ai me contaram que para casamentos noturnos ele não ficava bem. Somado ao risco de chocar o padre, a ideia acabou abortada. Com isso, acho que experimentei cerca de 30 vestidos de diferentes tipos, modelos e tendências.

Mas o que me encantou e serviu de comparação para os últimos foi um modelo da Virgínia Manssan. O cuidado no acabamento, a delicadeza do tecido, os pequenos detalhes, tudo contribuiu para que ele fosse o modelo desejado para o grande dia.

Apesar de cansativo, todas as lojas visitadas e o tempo utilizado serviram para que eu tivesse certeza absoluta da escolha que estava fazendo. Afinal, dizem que essa é a noite da noiva brilhar e eu quero fazer bonito.

Para quem quiser conhecer um pouco do trabalho da Virginia Manssan o site é http://www.virginiamanssan.com.br/.